was successfully added to your cart.

“Estamos vivendo uma disrupção total em todas as áreas, inclusive na medicina. Vimos disrupção na área de transporte, na área da tecnologia, e em outras áreas. Na medicina não é diferente”, afirma o palestrante José Luís Cordeiro, que é cientista futurista, economista e escritor, diretor do núcleo sul-americano do Millenium Project, e colaborador da Singularity University. Ele foi um dos palestrantes do 3º Encontro de Tecnologia Aplicada à Saúde (E-saúde), ocorrido dia 25 de agosto, na Associação Médica do Paraná (AMP), em Curitiba.

Tecnologias exponenciais – Ele ainda explica que essas interrupções do curso normal de um processo, chamadas disrupções, vão do mais simples ao mais específico da área da saúde. “A medicina está se transformando de curativa para a preventiva, e de geral para pessoal. Porque a aspirina para você não tem que ser igual para mim. Pois sabendo seu genoma e sua condição, você pode precisar de uma aspirina diferente”, exemplifica. Cordeiro afirma que essas mudanças são facilitadas, principalmente, devido às tecnologias exponenciais – que são consideradas tecnologias mais eficazes, baratas e acessíveis.

Cases – Por fim, foram apresentados cases. O primeiro com Marcus Figueiredo, da Hi Technologies, que mostrou o HiLab, um laboratório que oferece resultados de exames em minutos. O segundo, com William Procópio dos Santos, diretor de Projetos da Unimed Paraná, explicando as funcionalidades dos aplicativos Líbero Autorizador, Médico Cooperado, Cliente e Saúde. Marcelo Fonseca, da UniHealth Logística Hospitalar, esclareceu como é organizada a logística de suprimentos hospitalares. Para finalizar essa parte, Vandré Dall’Agnol, da MV Sistemas, apresentou o aplicativo de gerenciamento de leitos e falou sobre os próximos desafios tecnológicos. (Imprensa Unimed Paraná)

Matéria Completa.

Leave a Reply